quarta-feira, 25 de agosto de 2010

The time is passing by

With love, Suellen Jumes às 10:58
E depois de tanto tempo, eu não esperava sentir tudo o que eu senti quando vi você.
Eu estava bem, acredite. Até que com o frio do inverno também me veio nossas lembranças.
E eu espero que você saiba que sinto sua falta. Sinto a falta do modo que seus olhos dançam enquanto você sorri, de como você me beijava a noite.
E eu odeio o jeito que ainda te quero, eu ainda não acredito que sinto falta de tudo em você.
Depois de tudo que passamos, eu não sei como pude ter ido embora.
E agora eu sei que nem o mais doce pôr do sol tem o sabor do seu sorriso. Não sei como podemos terminar desse jeito, como pudemos errar tanto.
Eu espero que você saiba que quando fecho meus olhos eu vejo você.
Eu sei que nunca te disse nada disso,mas agora eu sei que devia ter dito, que eu notei até o jeito descompassado que repiravamos.
E espero que o frio do inverno leve pra você todas as nossas lembranças. E que quando veja a chuva, lembre de quando dançamos insanamente em uma tempestade.
Eu quero que você saiba que quando meus olhos sorriram ao te ver, eu disse tudo isso... Sem pronunciar nenhuma palavra.

4 flocos de neve:

Luiza on 25 de agosto de 2010 15:29 disse...

esse texto me lembrou da musica I never Told you, da Colbie Caillat. ficou muito bonito. beijos

Isabela Moraes on 26 de agosto de 2010 15:49 disse...

você escreve muito bem.
consegui ver tudo acontecendo.

sei como é. digo um monte de coisas sem abrir a boca, sem produzir nenhum som.

Fernanda Deunizio on 6 de setembro de 2010 09:19 disse...

As vezes as palavras não precisam ser ditas, para que as pessoas entendam. Não é ?

Mágico por aqui. Envio-te amor e fé.
Fé em qualquer coisa. É sempre bom.

Sempre por aqui, F

Vivi on 25 de outubro de 2010 12:47 disse...

Belo post!! Parabéns!
Beijinhos.

Postar um comentário

 

A Thousand and One Words Copyright © 2010 Design by Ipietoon Blogger Template Graphic from Enakei | web hosting