terça-feira, 12 de outubro de 2010

Uma noite.

With love, Suellen Jumes às 19:18

Susie se vira de um lado para outro na cama. O passado as vezes nos perseguem até nos sonhos.
Marc. Engraçado, aquele dia. Aliás, lindo. Ainda lembro dele. Janeiro. Ar agradável e céu azul-escuro de uma noite recém-chegada.
Ele estava com uns amigos em um bar na beira da praia. Eu estava ali por acaso, graças a minha prima que queria dar uma volta. Sentamos na areia e ficamos a olhar o mar e a conversar.
Ele se levanta com uma prancha de surf e entra no mar. Gosto do estilo dele. É bonitinho.  Minha prima também acha e eu me sinto um pouco incomodada ao saber daquilo.
E quando ele sai da água os amigos o cercando para cumprimentá-lo pelas manobras legais e de vez em quando nossos olhos se encontrar e ele me sorri.
Então depois de um tempo nós vamos embora. Não que eu realmente quisesse, porque não é todo dia que você encontra com um deus grego na Terra e de calção de banho, só pra constar. Mas ela estava cansada pela viagem e já era bem tarde.
E depois? Surpresa! Um reencontro no shopping. Ele olha e sorri pra mim. Sim ele realmente é bonitinho. Ele se senta com a gente e começamos a conversar, um amigo dele chega e fica fazendo companhia pra minha prima enquanto a gente vai dar uma volta pelo shopping.
E enquanto eu o espero sentada no chafariz ele aparece com uma rosa, não vermelha, e sim branca. Pura, como um floco de neve que cai no inverno e deixa a menina solitária com um sorriso esperançoso na janela do quarto. Uma rosa que é muito mais que uma rosa.
Até que tudo se transforma em um beijo. Não só um. Outro. E mais um ainda. Um momento único.
Susie se revira novamente. Duas lágrimas descem pelo seu rosto até o travesseiro no qual ela se abraça com força. Enquanto uma dúvida se remexe deixando a cama desconfortável...




O que é o amor afinal?

5 flocos de neve:

Ju Fuzetto on 13 de outubro de 2010 04:52 disse...

O amor é a Rosa esperando encontrar o caminho.

Lindo demais!

beijos

††Fαℓℓєη Aηgєℓ†† on 13 de outubro de 2010 14:11 disse...

Eis uma pergunta difícil...

Quanto mais vivemos o amor, menos o compreendemos...

Bonita história.

Beijos,
- Fallen Angel

João Lenjob on 14 de outubro de 2010 12:59 disse...

Segundo Camões é o fogo que arde sem se ver. É ferida que dói e não se sente.....
Tem cinco poemas novos em meu blog http://lenjob.blogspot.com e lhe apresento o Castelo do Poeta, http://castelodopoeta.blogspot.com, um super canal interativo de arte. Me fale o que achou, viu?? Abaixo poema.

João Lenjob

Na Nossa Tela
João Lenjob

Se quiser o céu numa tela
Eu o trago até você
Eu lhe dou pincel, tinta e uma aquarela
E as cores, dá você
Venho com estrelas, cometas e uma lua bela
Mas o sol, traga você.

Dance no céu, pintando como bailarina
Que sou platéia pra você
Seja a pintura mais pura, doce menina
Que sou menino pra você
Dê-me o amor da arte mais divina
E do amor faço você.

Ame menina, na nossa tela
Aquarela, eu e você

Se por acaso alguma cor lhe falta
Eu faço em verso pra você
Viro então um poeta astronauta
E fico no céu pra você
Enquanto pinta a nossa pauta
A poesia é feita pra você.

Nicole f on 14 de outubro de 2010 14:04 disse...

o que é o amor?
se alguém souber me avisa, por favor, passei a vida inteira atrás dessa resposta.

texto lindo, parabéns :D

Luiza on 16 de outubro de 2010 08:29 disse...

sonhar com isso, ah não. deixar lágrimas no travesseiro e trazer saudade pro nosso dia. muito bonito. beijos :)

Postar um comentário

 

A Thousand and One Words Copyright © 2010 Design by Ipietoon Blogger Template Graphic from Enakei | web hosting